Fonte: Folha.com

Com 4,5 milhões de praticantes e o título de segundo esporte mais popular do Brasil, as corridas de rua, além de atrair mais adeptos todos os anos, estão chamando a atenção por aquecer setores da economia além daqueles ligados à modalidade.

Cada prova de rua –são cerca de 80 só em São Paulo neste ano– movimenta entre R$ 1,44 milhão e R$ 6 milhões, dependendo do total de participantes, segundo a Corpore, órgão sem fins lucrativos e que serve como porta-voz do setor.

A Maratona Internacional de São Paulo, por exemplo, principal prova do país, atraiu cerca de 20 mil pessoas em maio. Do total arrecadado na corrida, 70% fica na cidade-sede do evento.

Esse valor é ligado à hospedagem, à alimentação, ao transporte, ao lazer e às compras. Sem considerar esses mercados agregados, a receita direta das corridas de rua chega a R$ 3 bilhões.

 

Veja onde mais você pode nos encontrar:

Mestre em Fisiologia da Performance (UFPR). Especialista em Atividade Física e Saúde (UFPR). Personal Trainer em academias e condomínios. Personal Coach do Lifex Institute Curitiba. Cursos de certificação internacional: Resistance Training Specialist. Professora de Cursos de Pós-Graduação. Diretora técnica do Exercite-se.com.

Deixe seu Comentário

Powered by Facebook Comments

Deixe seu comentario