Primeiramente vamos entender o que é a doença de Parkinson conhecida também como Mal de Parkinson, ela é uma doença degenerativa, crônica e progressiva que acomete em geral pessoas idosas. Ocorre pela perda de neurônios do Sistema Nervoso Central em uma região conhecida como substância negra. Os neurônios dessa região sintetizam a neurotransmissora dopamina, cuja diminuição nessa área provoca sintomas principalmente motores.

Os primeiros sintomas da doença de Parkinson têm início de modo quase imperceptível o que faz com que o próprio paciente não consiga identificar o início preciso das primeiras manifestações. Muitas vezes, amigos ou familiares são os primeiros a notar as primeiras mudanças.

Alguns sintomas são:

  •  Sintomas motores como o tremor o mais característico e conhecido da doença, a rigidez muscular, redução e lentidão dos movimentos.
  • Sintomas não motores como a depressão, distúrbios do sono, distúrbios cognitivos, distúrbios da fala, distúrbios respiratórios, tonturas.

E como o exercício físico vai ajudar na Doença de Parkinson?

O exercício para a doença de Parkinson irá ajudar fazendo a manutenção da força muscular e ajudando na mobilidade articular obtendo assim resultados que melhoram o equilíbrio e deixando a pessoa mais independente.

É muito importante no programa de treinamento que contenham exercícios que incluam uma atividade que utilize o corpo inteiro como, por exemplo, caminhada, natação, hidroginástica. Além disso, o treinamento de força é também indicado para melhorar a estabilidade postural.

Os exercícios devem ser acompanhados sempre por um Profissional de Educação Física. 

Veja onde mais você pode nos encontrar:

Acadêmica de Educação Física Bacharelado em Unibrasil. Participa de competições de Corrida de Rua e Powerlifting. Campeã Paranaense de Powerlifting - Categoria Junior 2011.

Deixe seu Comentário

Powered by Facebook Comments

Deixe seu comentario