Por Marcia Janchuki – Nutricionista

Afinal qual a melhor maneira de consumir o açúcar? O exercite-se.com vai esclarecer a diferença entre ambos.

AÇÚCAR BRANCO OU REFINADO

O mais comum dos açúcares, são grãos brancos obtidos do açúcar cristal. O processo do refino consiste na dissolução do açúcar cristal e remoção do material insolúvel e dos corantes naturais, por métodos físicos e químicos.

Rico em calorias e pobre em nutrientes que possam ser fornecidos ao organismo, o açúcar refinado torna-se um alimento com calorias vazias. A falta de nutrientes faz com que o açúcar seja digerido facilmente, aumentando os níveis de glicose no sangue. Nos alimentos industrializados o açúcar incorporado leva o consumo desse item em excesso, causando o aumento de calorias na alimentação levando a epidemia da obesidade.
O refrigerante é considerado o principal vilão para as crianças nos Estados Unidos, pois por causa dele elas consomem o dobro do açúcar recomendado. O resultado desses exageros é sempre amargo.

Em 1970, William Dufty no livro”Sugas Blues” falando a respeito do que ele considerava droga, disse que o açúcar branco refinado era destrutivo, viciava tanto quanto o álcool, heroína e outras “inas”. Disse que “o açúcar está em tudo, no pão, cigarro, creme dental, em todas as conservas e remédios. Se você tem insônia, enxaqueca, cáries, angústia, a síndrome de Sugar Blues se apossou de sua vida”, escreveu.

O consumo exagerado do açúcar pode causar problemas digestivos, gases e constipação, estímulo excessivo do pâncreas, aumento do risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares, índices de colesterol mais elevados, cáries dentárias, principalmente em crianças, depósitos de gordura corporal, entre outros.

Nosso organismo precisa de glicose e não do açúcar. A glicose é o principal combustível para obtermos energia que o nosso corpo necessita diariamente, e esse açúcar pode ser obtido a partir de uma alimentação balanceada com frutas, legumes, hortaliças e carboidratos ( arroz, pães e macarrão, etc.) de preferência integrais.

AÇÚCAR MASCAVO

É obtido diretamente da concentração do caldo de cana recém extraído, processo que não utiliza os aditivos químicos que são usados para o processo de branqueamento e clarificação. Sua cor pode variar do dourado ao marrom escuro, dependendo da variedade e da estação do ano em que a cana é colhida.

 Podem ser observadas diferenças quanto ás fontes de cálcio, magnésio, fósforo e potássio, que são maiores no açúcar mascavo. Apesar disso, a diferença calórica e de grama de carboidratos não é maior em relação ao açúcar branco.

Trocar o açúcar refinado pelo mascavo é um erro cometido por quem pretende cortar calorias, sem lançar mão dos adoçantes. A quantidade calórica dos dois tipos de açúcar é semelhante. Enquanto em 100g de açúcar refinado apresentam 400 calorias, a mesma quantidade de açúcar mascavo contém 380 calorias.

Existe uma quantidade de consumo de açúcar a ser recomendado?

*Recomenda-se reduzir a quantidade o máximo possível, a ser consumida no dia

*Procure não ultrapassar a quantidade de até 10% de sua ingestão calórica. Em uma dieta de 2000Kcal, o consumo não deve exceder 200kcal, o que equivale a 2 colheres de sopa.

Esta quantidade é referente ao total de açúcar consumido durante o dia em todas as preparações, ou seja, desde a colher de chá que você usa para adoçar o café da manhã, até a quantidade presente em bolos, tortas, e outros doces.

Para conhecer como seria uma alimentação qualitativa e quantitativa adequada, uma consulta com o profissional Nutricionista seria relevante para viver de forma saudável.

Veja onde mais você pode nos encontrar:

Deixe seu Comentário

Powered by Facebook Comments

Deixe seu comentario