A rotina alimentar do praticante de atividade física deve ser baseada em uma dieta bem equilibrada, contendo todos os nutrientes necessários para o bom desenvolvimento e rendimento físico além de nutri-lo. O EXERCITE-SE.COM Traz uma série de sugestões de alimentos que não podem faltar no seu cardápio que são eles:

Os alimentos integrais são alimentos que não passaram pelo processo de beneficiamento e mantém suas vitaminas, minerais e fibras. São excelentes também para acelerar nosso metabolismo gastando assim mais energia. Os alimentos integrais devem ser consumidos na quantidade adequada. Não podemos esquecer que esses alimentos são carboidratos, que em excesso acabam virando gordura no nosso corpo, explica a nutricionista Márcia Janchuki.

As calorias de um pão branco e de um pão integral são parecidas, mas o alimento integral irá ajudar pela quantidade de fibra e não por ser menos calórico. CUIDADO COM OS EXCESSOS, as mesmas fibras que ajudam a controlar a fome e regular o intestino podem ser inimigas de um corredor antes de uma prova ou treino. A ingestão de alimentos integrais em excesso momentos antes do treino podem gerar desconforto abdominal e até gases durante a corrida. Outro problema é que esses produtos geralmente têm uma quantidade elevada de fitato, nutriente que pode diminuir a absorção de cálcio. O ideal é não substituir todos os alimentos refinados da dieta sem antes consultar um profissional especializado (Nutricionista).

Os alimentos oleoginosos onde entram as nozes, avelãs, amêndoas e castanha do Pará.  Esses alimentos são fontes de gorduras insaturadas e poliinsaturadas, que possuem ação antioxidante, diminuindo o colesterol ruim (LDL), aumentando o colesterol bom (HDL), evitando assim a formação de placas de gordura no sangue.

Márcia comenta também que as nozes e amêndoas são fontes ricas em vitamina E, que tem ação antioxidante, é necessário para a formação de glóbulos vermelhos e tecido muscular. Mas além da vitamina E, são ricas em Potássio e vitaminas do complexo B. Já as avelãs, além de vitamina E são também fontes de cálcio.

As castanhas, principalmente a do Pará, são excelentes fontes de Ômega3 e Selênio, essenciais para o bom funcionamento do coração e do cérebro.

A amêndoa está ligada a uma melhora no perfil de eliminação de peso. Claro que o segredo está na quantidade, já que a amêndoa, como todas as outras frutas oleoginosas são ricas em calorias. A médica Sandra Temporal explica que esses alimentos atuam na membrana fosfolipidica das células melhorando o gasto energético.

Com todos esses benefícios vale á pena incluir as frutas oleoginosas em sua alimentação, mas cuidado com a quantidade, se consumidas em excesso podem favorecer o aumento de peso.

Para uma melhor orientação procure sempre a ajuda do profissional Nutricionista.

Veja onde mais você pode nos encontrar:

Professor especialista em Treinamento individual e Qualidade de Vida pela PUC-PR, Personal trainer e corredor nas horas vagas. Professor em Musculação e avaliador físico em Curitiba.

Deixe seu Comentário

Powered by Facebook Comments

Deixe seu comentario