A atividade física é igual ao sexo. Ou melhor, o sexo é uma atividade física. Para as duas rotinas você precisa estar muito bem condicionado. E as semelhanças não param por ai. As reações fisiológicas que ambas provocam levam ao mesmo beneficio psicológico e físico. Portanto, o sexo influencia na atividade física – e vice-versa!

Indivíduos que praticam atividade física melhoram seu condicionamento físico, o que se reflete na hora da relação sexual.  A melhora da disposição e desse condicionamento aumenta também a libido. A atividade física libera endorfina e a serotonina, componentes químicos responsáveis pelo bem-estar psicológico. Segundo o cardiologista e professor em Educação Física Ricardo Stein, a atividade e o exercício físico melhoram a capacidade cardiorrespiratória. “Para que aconteça a relação sexual é necessária uma série de alterações cardiovasculares, neurais e metabólicas. Cabe salientar que existe associação entre o aumento da freqüência cardíaca e da pressão arterial sistêmica com a ereção peniana, com o registro da pressão peniana. Aliás, a ereção está intimamente ligada ao sistema cardiovascular e ocorre quando o tecido erétil relaxa, permitindo aumento de fluxo sangüíneo. O homem que faz atividade física não tem predisposição para disfunções eréteis,” comenta o médico.

A prática do exercício físico regula também os hormônios progesterona, estrógeno e a testoterona, hormônios ligados à relação sexual, pois estimulam o sistema nervoso central. Com os exercícios, esses hormônios aumentam em até 25%.

Durante a corrida, o sangue corre para as extremidades, melhorando a distribuição do fluxo sanguíneo. Na mulher, o sangue corre para vagina e seios e, para os homens, para o pênis. Com mais sangue, a região fica mais sensível, aumentando o prazer.

Portanto, a corrida, a musculação e outras atividades são “Viagras “naturais.  O exercício melhora o visual do corpo, aumentando a massa muscular e diminuindo o percentual de gordura, revigorando sua autoestima. Melhora a circulação sanguínea e melhora também o aspecto psicológico. Pense nisso: a atividade física pode deixá-lo condicionado para o melhor esporte que existe – o sexo!

Professor especialista em Treinamento individual e Qualidade de Vida pela PUC-PR, Personal trainer e corredor nas horas vagas. Professor em Musculação e avaliador físico em Curitiba.

Deixe seu Comentário

Powered by Facebook Comments

Comments are closed.