O “stress” físico tem conseqüência imediata: Lesão. Ao sentir um desconforto, pare o treino. Não deixe aumentar as dores e muito menos a ignore. Quanto antes tratar o problema, melhor será a recuperação. O tratamento deve ser acompanhado por especialistas, mas os primeiros sinais de dor, gelo e descanso caem bem. Algumas lesões de corredores:

Fascite Plantar –  Dor se instala na sola do pé ou na parte inferior do calcanhar. A causa da patologia é dado pelo encurtamento da fascia e dos flexores do dedão que ésubmetido a excessiva repetição de movimentos. Ajuda se alongar a fascia plantar e fortalecer músculos do pé.

Inflamação do trato iliotibial – Dor na lateral do joelho pela repetição dos movimentos que comprime o tendão iliotibial. O alongamento da porção lateral da coxa e não treinar em subida minimiza as dores.

Periostite – O mau condicionamento ou encurtamento do músculo tibial anterior pode gerar dores na parte anteiror ou posterior da canela. Fortalecimento do tibial anterior ajuda a melhorar o quadro álgico.

Lesões no joelho – Ao dobrar a articulação, a patela pressiona o fêmur. Isso faz com que a cartilagem sofra degeneração causando dores na parte frontal do joelho. O fortalecimento do quadríceps e posterior de coxa, junto com alongamento, diminui a degeneração da articulação.

Professor especialista em Treinamento individual e Qualidade de Vida pela PUC-PR, Personal trainer e corredor nas horas vagas. Professor em Musculação e avaliador físico em Curitiba.

Deixe seu Comentário

Powered by Facebook Comments

Deixe seu comentario