Dados recentes da literatura tem demonstrado que o treinamento intervalado tem impactos importantes em relação a adaptações positivas dos sistemas bioquímicos e fisiológicos associados com atividades aeróbicas, bem como melhorar o desempenho anaeróbio.

Porém, a maioria dos trabalhos publicados até o momento utiliza 4-6 repetições de 30 segundos na velocidade máxima (all out) separados por 4 minutos de recuperação. Para esse tipo de trabalho (4-6x3’’ na vel, supramáxima) os benefícios vem de 3 explicações possíveis

1) Nos primeiros 10 segundos de trabalho é onde temos a ocorrência do pico de potência;

2) A manutenção da máxima velocidade durante os 30 segundos;

3) O período de recuperação.

Para determinar, de forma mais científica, quais os fatores que afetam as respostas adaptativas ao treinamento intervalado, pesquisadores da Universidade de Western, Ontario examinaram diferentes combinações de durações tanto de sprints como dos intervalos de descanso.

Quarenta e oito jovens foram recrutados para participar. Os sujeitos foram divididos em 4 grupos distintos (…)

O trecho acima faz parte do texto “Estímulos de 10 a 30 segundos aumentam a performance  tanto no metabolismo aeróbio quanto do anaeróbio” que você pode conferir na integra, no Blog do Professor Alexandre Evangelista.

Mestre em Fisiologia da Performance (UFPR). Especialista em Atividade Física e Saúde (UFPR). Personal Trainer em academias e condomínios. Personal Coach do Lifex Institute Curitiba. Cursos de certificação internacional: Resistance Training Specialist. Professora de Cursos de Pós-Graduação. Diretora técnica do Exercite-se.com.

Deixe seu Comentário

Powered by Facebook Comments

Deixe seu comentario